site desenvolvido por anverso comunicação e : ) sites 

SIMPÓSIO VI

Discurso, resistência, espaço urbano 

Coordenação: Silmara Dela Silva (UFF) e Suzy Lagazzi (UNICAMP)

 

Ementa: Neste simpósio, tomamos o funcionamento de discursos postos em circulação no espaço urbano, por meio das diversas materialidades que compõem esse espaço e que configuram o que podemos chamar de urbanidade, para compreender gestos de resistência que se inscrevam em meio às imposições urbanas. Interessa-nos, desse modo, reunir trabalhos que se voltem a discussões teórico-analíticas em torno da noção de resistência e(m) suas relações com o sujeito, em diferentes práticas materiais do e no espaço urbano. Quais os focos de resistência que o espaço urbano impõe ao sujeito? Como se caracteriza a resistência do sujeito a demandas simbólicas especificamente urbanas? O que é resistir às injunções urbanas? Enfim, nossa proposta é compreender melhor as delimitações atuais do que se configura como espaço urbano, na diversidade material que o compõe, e as possibilidades de movimento para o sujeito que transita na urbanidade.

Trabalhos:

(D)o feminino em manifestação: discursos de resistência no espaço urbano

Ceres Carneiro, Silmara Cristina Dela da Silva e Suzy Maria Lagazzi

Em cartaz, cheiro de pobre (morto): uma necropolítica textualizada na composição entre diferentes materialidades significantes

Liliane Souza dos Anjos e Romulo Santana Osthues

 

E no horizonte, o tapete: resistência e metáfora pelo bordado

Marilane Mendes Cascaes da Rosa e Solange Mittmann

(R)esistir no Jardim Itatinga: pelas brechas cotidianas o movimento de sujeitos e sentidos

Mirielly Ferraça

Balbúrdia, corte e contingenciamento: sentidos e práticas de resistência em páginas acadêmicas no Facebook

Elaine de Moraes Santos

Suplente

1 I Esquinas da/na língua: discurso urbano em jornais do século XIX*

Edilberto Vinícius Brito

* Pôster Eixo Temático 5